A história da AGRU

Da fundação aos dias de hoje

Em 1948, Alois Gruber fundou uma serralheria em Bad Hall e uma unidade de anodização em Grünburg. Nos anos 50, a empresa de serralharia não gerou bons resultados e o foco foi direcionado para a empresa de anodização, que foi ampliada com uma oficina de pintura eletrostática. Atualmente, estas competências estão reunidas em Grünburg, Alta Áustria, na AGRU Oberflächentechnik GmbH.

Os alicerces originais de nossa posição atual no mercado na tecnologia de plásticos foram criados por Alois Gruber em 1961 com a decisão de incorporar a produção de tubulações de plástico. Nos anos seguintes, este setor foi continuamente expandido. Inicialmente, com a produção de tubos em polipropileno e em polietileno e, posteriormente com a fabricação de placas, hastes sólidas e de cabos de soldagem em plástico. As primeiras moldagens por injeção para a geração de peças de ligação para a construção de tubulações foram colocadas em funcionamento em 1966.

Nos anos seguintes, AGRU expandiu a sede na Áustria e abriu novas locais de produção no exterior. Em 1998, Mag. Alois Gruber assumiu o negócio de seu pai. Desde esse momento, a AGRU tem-se concentrado na expansão e otimização da produção de plásticos.

Os marcos da AGRU:

Criador de tendências na tecnologia dos plásticos

2016:

Inauguração da nova sala limpa planta para o fabrico de sistemas de tubagens de PURAD em Bad Hall, Áustria.

2013:

GCL (Geosynthetic Clay Liners) em Georgetown, Carolina do Sul

2012:

Produção geotêxtil em Andrews, Carolina do Sul

2010:

Conclusão da usina 4 e do armazém com sistema de armazenamento vertical

2009:

Armazém com sistema de armazenamento vertical na usina 3
Início da construção da usina 4

2007/2008:

Construção da segunda usina de produção em Fernley, Nevada, nos EUA

2005:

Construção de uma empresa de vendas e comercial em Taicang/China

2002/2003:

Ampliação da usina 2. Construção para extrusão de tubos ou ampliação do sistema de armazenamento vertical para tubos e placas

2001:

Construção de uma unidade de produção para juntas E/F e construção de um armazém com sistema de armazenamento vertical para ferramentas

O novo milênio...

1998:

O filho Alois Gruber assume a gestão.

1997/1998:

Introdução da produção de juntas de soldagem elétrica

1996/1997:

Construção da usina 3. Sistema de armazenamento vertical automático para paletes de juntas (23.000 prateleiras de paletes) e construção de um edifício de escritórios, tecnologia de soldagem e P&D

1996:

Transferência das instalações de produção de Boston para Georgetown, Carolina do Sul com a nova construção e expansão da atividade produtiva

1991:

Em conjunto com a empresa FRANK GmbH, foi fundada a AGRU-FRANK GmbH em Wölfersheim, Alemanha. Construção de uma produção de tubos em conjunto com a empresa Frank em Wölfersheim/BRD

1990/1991:

Construção da usina nº 2. Área de aprox. 24.000 m². Divisão da produção em 2 localizações.
Usina 1 em Grünburger para a produção de juntas e de design de moldes
Usina 2 Ing.-Pesendorfer-Straße de extrusão, produção de tubos, placas e geomembranas.
Construção de uma sala limpa para a produção de tubos de PVDF, etc.
Ampliação do antigo armazém na usina 1 para o acabamento de juntas (unidade 5)

1988:

Construção das primeiras instalações fora da Áustria, em Boston (EUA)

A AGRU no estrangeiro

1987:

Primeira sala limpa para a produção de tubulações e de juntas em PVDF

1986:

O revestimento de proteção em concreto foi apresentado e introduzido

1985:

Construção de uma unidade de produção na usina de Waldneukirchen para o primeiro sistema de materiais de revestimento de PE, 5 m de largura (calandário).

1979/1980:

Nova construção da seção de superfície. Construção da usina de anodização e introdução da pintura electrostática em Waldneukirchen. Área das instalações aprox. 6000 m²

1976:

Introdução de sistemas de tubulação e de produtos semiacabados PVDF na gama de produtos.

1974:

Aquisição do edifício de escritórios moderno e amplo. O desenvolvimento de negócios continuou sua expansão, tendo sido exportado para 20 novos países. Esta situação fez com que fosse necessária uma racionalização da contabilidade. Em 1-1-1974 foi implantado na empresa um computador moderno.

1970:

Ampliação do centro industrial de anodização de acordo com conhecimentos de última geração. Transferência para a nova usina de plásticos com 5 extrusoras e 4 linhas completas de produção de tubulações e uma instalação de placas, 2 prensas de placas

1969:

Construção de uma unidade para plásticos (22 x 70 m), unidade 2

1967:

Primeira unidade de produção como armazém para plásticos e revestimentos anódicos. Transferência de plásticos e revestimentos anódicos para uma nova unidade de produção.

1966:

Os primeiros moldes de injeção para tubos de aço sem costura de PP e PE foram encomendados pela Anger e pela Mooshammer. Contrato de moldagem de injeção com a Mooshammer e a Stadlmann. Construção de uma usina anodização e de uma unidade de plásticos (aprox. 60 x 24 m)

1962:

Construção dos edifícios de escritórios e residenciais/garagens e a primeira construção de pavilhões (aprox. 10 x 30 m). Primeira produção de tubos

1961:

Aquisição da primeira extrusora Ø 60 (Anger)
Produção de corrimãos/tábuas para sofás e trilhos de inserção

1954:

Transferência para a recém-construída serralharia (10 x 20 m) em Bad Hall. Produção de fogões/pias e varandas

1948:

1. Oficinas em Waldneukirchen

Follow us

Agru on Facebook

Agru on YouTube

"Curta" nosso
site

Solicitar newsletter
agora